The pampas of ennui

Being Leonardo Boiko's online Journal, featuring Long & Very Sporadic Essays on any Subject.

Unhappy

11 July 2012

Prezado(a) Aluno(a),

Informamos que após a consolidação, sua inscrição na(s) optativa(s) LIVRE(s) abaixo foi(ram) excluída(s):

AUP2320 - Tipografia (Turma: 2012201) - Motivo: Turma Lotada
AUP2320 - Tipografia (Turma: 2012202) - Motivo: Turma Lotada
AUT2510 - Tecnologia da Cor em Design (Turma: 2012201) - Motivo: Turma Lotada
BIB0534 - Princípios e Técnicas de Educação Ambiental Aplicados à Ativ (Turma: 2012201) - Motivo: Turma Lotada
BIB0534 - Princípios e Técnicas de Educação Ambiental Aplicados à Ativ (Turma: 2012211) - Motivo: Turma Lotada
FLF0461 - Filosofia da Linguagem (Turma: 2012201) - Motivo: Turma Lotada
FLF0464 - Filosofia da Arte (Turma: 2012201) - Motivo: Turma Lotada
FLL1016 - Semântica Cognitiva (Turma: 2012201) - Motivo: Turma Lotada
FLM0172 - Cultura e Civilização dos Países de Língua Alemã II (Turma: 2012201) - Motivo: Turma Lotada
FLM0529 - A literatura e as Outras Artes (Turma: 2012201) - Motivo: Turma Lotada

Minha média atual é 9.6/10; dos parâmetros que compõe a fórmula da seleção de vagas, o único que tenho controle é a média. Sou obrigado a cumprir 78 créditos em optativas (valor típico de optativa, em créditos: 2 a 3); destes, somente 8 podem ser cursados fora dos departamentos de Letras. Grande parte das matérias que me interessam, na Letras ou fora, não posso cursar porque são durante o dia; outro tanto simplesmente está burocraticamente decretado como fora do meu alcance, incluindo, por exemplo, Cosmologia ou Sociolingüística (alunos que podem estudar socio: Português, Grego, Antropologia; alunos que não podem: Chinês, Japonês, Árabe). (Duas matérias que quero fazer não existem mais porque as responsáveis se aposentaram e a USP não contratou substitutas, provavelmente por serem áreas de “baixo impacto social”). Sou obrigado a encher os 70 créditos com cursos aleatórios que não me interessam. Highschool feelings.

O que você faz quando consegue se instalar dentro das muralhas da universidade, e ainda assim não pode estudar?

De uns tempos pra cá penso que o modelo “universidade” talvez esteja realmente condenado. O estudo “universal” está cada vez mais impossível; mais e mais o modelo é currículo pré-determinado, inflexível, especializado; os alunos vêm atrás de diploma, emprego, ascensão social; a sociedade só está interessada em avaliações, métricas, produção prática mensurável; a instituição se rende às pressões, prostitui liberdade acadêmica a troco de nota no MEC. Talvez a melhor saída para um scholar moderno seja mesmo a independência: ter um dayjob qualquer, comprar seus livros, trabalhar por conta.

1 comment

One Comment

  1. burocracia ftw.
    tem um anúncio de curso pago da poli toda semana nos jornais: “venha alavancar tua carreira” ou qualquer porcaria do tipo. se você vir anúncio de uninoves da vida, é sempre “mimimi mercado de trabalho”. é meio triste que a usp esteja seguindo este caminho.

    o pior é que teoricamente a usp já tem grade bem mais aberta em relação a outras universidades, mas certamente a interdisciplinaridade em humanas não é uma preocupação, ainda mais com o tio rodas cogitando cortar curso.

    (pelo menos você tem a opção do mestrado, mas não que isso vá mudar as coisas pra graduação.)

    related: http://www.whywork.org/rethinking/whywork/whywork.html

Leave a Reply

Required fields are marked *